Sunday, April 29, 2007

As duas Fridas

Alguns anos atrás, quando vi pela primeira vez este quadro e me explicaram o seu significado, eu ingénua, burra e insnsível, perguntei como era possivel alguém ser capaz de pintar algo tão macabro!
Agora, mais velha e mais consciente do que se passa à minha volta e do que se passa comigo entendo.
A Frida de azul tem o coração inteiro, o coração de alguém que ama e é amada. A Frida de branco é uma Frida destroçada, abandonada por aquele que ama. Por isso, só se vê metade do seu coração, por isso a veia está cortada. Não há mais vida, não há mais esperança!
Agora compreendo! A dor de ter o coração divido, de ser deixada, abandonada... De ter a ligação à vida cortada!

2 comentários:

blonde said...

onde se lê "insnsível", leia-se "insensível"

Isa said...

É triste compreender-se o que significa esse quadro. Por vezes é bem melhor ser-se ignorante.
Mas o mais importante é não te abandonares a ti própria. Pessoas há muitas, amores, amigos... Quase tudo na vida é passageiro. Quase. Há pessoas que sempre estrão contigo, nunca te abandonarão.
E a ligação há vida há sempre. Por mais ténue que seja. E acredita que eu sei disso. E como tal, há sempre solução. Só não há solução para a morte.

Tu primeiro, sempre. Depois os outros.

Beijo grande!! Adorooo.ti mt mt mt mt!!!