Saturday, November 30, 2013

Natal #2

Prenda de Natal


Friday, November 29, 2013

Conversa #11

Eu: Tenho o rabo gelado...
Ele: Tenho a solução perfeita para o aquecer... *sorriso maroto*

Thursday, November 28, 2013

Humans of New York

Existe um projecto chamado "Human of New York" que vou acompanhando quase diariamente. Adoro as fotografias, adoro as histórias que conta.
E de vez em quando consigo relacionar-me com estas histórias.
Uma das mais recentes foi a de uma rapariga a estudar. Quando o autor do projecto lhe perguntou o que estava a fazer, ela respondeu que estava a estudar para a sua cadeira de Teoria da Literatura Comparada Feminista e Queer. Eu fiz um mestrado na área dos Estudos Feministas, de Género, de Mulheres e Queer. E isto tocou-me. Mas existem mais histórias. Tristes, inspiradoras, alegres, sem sentido.
Vejam Humans of New York.

Entretanto, fica a foto e o depoimento.
"It's for my Queer and Feminist Comparative Literature Theory class."
"Let me write that down..."
"I took it more for the teacher than the class. My school was all-male until the sixties, and she was one of the first teachers at the women's college. She's really respected."
"So what's one important thing she's taught you?"
"... about how it's important for feminists to evaluate everyday occurrences. How even routine personal interactions are political. Everything is significant, and even little things have meaning."
"Is it possible to see too much meaning in little things?"
"Well, there does seem to be some people who go around looking for things to be angry about. But if the alternative is to be desensitized to how small things affect us, I think it's better to be overly sensitive."

Wednesday, November 27, 2013

Pasta Dentífrica Couto


Pasta Dentífrica Couto, anteriormente conhecida como, Pasta Medicinal Couto.
Há muitos anos que ouvia falar desta pasta. Que era óptima, que combatia as infecções na boca, mas nunca dei muita importância. Há uns 4 anos a minha mãe voltou a comprar esta pasta e não parava de falar sobre ela. Todas as outras pastas de dentes deixavam a boca seca, o sabor passava muito rapidamente e a minha mãe não gostava delas.
Eu experimentei. E fiquei fã. Não foi pelo Vintage estar na moda, por toda a gente querer usar produtos retro, foi mesmo pelo facto que esta pasta é muito boa.
O sabor perdura durante muito tempo. Não seca a boca. E é portuguesa.

Passando ao design que muitos adoram, tem um design retro, a embalagem é a original. Podem comprar em supermercados.

Deixo-vos aqui também o anúncio original:




Tuesday, November 26, 2013

Música #15

Monday, November 25, 2013

Natal #1

Eu sei que falta um mês para o Natal, mas começo já a pedir prendas.

Quero esta t-shirt!


Sunday, November 24, 2013

Menstruação #8

Já falei aqui do Ciclo Menstrual, mas deixo-vos aqui um vídeo (em inglês):


Saturday, November 23, 2013

Salon.com

Gosto de ler revistas online.
Daquelas que são feitas nos States ou no Canadá.

Uma das que gosto particularmente é esta: salon.com

Fundada em 1995, esta revista fala de tudo um pouco: cinema, arte, politica, entretenimento, politica, moda, livros, música e crónicas.

Por vezes é boa para reflectir, outras vezes para dar uma boa gargalhada. Deixo-vos aqui alguns artigos da Salon. Enjoy!

1º- The 10 strangest facts about penises ;

2º- The Monica Lewinsky scandal: Where are they now? ;

3º- Measure of my manhood ;

4º- How porn became a civil right ;

Friday, November 22, 2013

When Harry met Sally...

Corria o ano de 1989 quando o filme "When Harry met Sally" ou em Portugal "Um Amor Inevitável" foi lançado.
E depois deste filme, o mundo cinematográfico e em geral nunca mais iria ser o mesmo.
Nos papéis principais Billy Crystal e Meg Ryan.
O filme segue a vida de duas pessoas desde uma viagem de carro até à sua vida em Nova Iorque ao longo de 12 anos. O filme levanta questão sobre se um homem e uma mulher podem ser amigos, e introduz outros conceitos.
Vejam é um bom filme.
Mas a sua cena mais conhecida é aquela em que as duas personagens discutem, num restaurante, se um homem consegue distinguir ou não quando uma mulher finge um orgasmo, seguida da mítica frase "I'm having what she's having...".

E se de repente alguém se lembrasse de fazer uma flashmob com esta cena? E foi isso mesmo que fizeram. Sem avisar o restaurante, sem alguns dos clientes saberem, eles fizeram-no. E aqui está o resultado.

Thursday, November 21, 2013

Música #14

Wednesday, November 20, 2013

Conversa #10

Grupo de amigas: Por este andar, casa tudo antes dela!
A tal rapariga: Sabem como é, está complicado.
Grupo de amigas: mas já devias estar casada ou a pensar nisso.


Menstruação #7

Dismenorreia ou dores menstruais
Desde sempre sofri com elas. Desde que comecei a menstruar até hoje que sofro delas. Sim, tomo a pílula e até já troquei várias vezes, mas não há medicamento que as faça passar. Pelo menos as minhas.
Houve alturas em que tive de sair da escola porque não aguentava as dores e não me aguentava de pé. Outras vezes houve em que tive de sair do trabalho. Como já disse, as minhas não passam, mas há coisas que ajudam.
Temos medicamentos feitos por grandes farmacêuticas, medicamentos naturais e mezinhas caseiras.
Deixo aqui algumas opções para lidar com as dores menstruais.

1º- Exercício: sim, eu sei que algumas pessoas estão a pensar "se nem sequer consigo sair da cama, como raio vou conseguir fazer exercício?". Mas sim, fazer exercício ajuda a eliminar as dores menstruais. Deitadas devem elevar as pernas e fazer o movimento de pernas como se estivessem a andar de bicicleta. Não é milagroso, mas pode ajudar.

2º- Sacos de água quente ou compressas: o calor aplicado no local onde sentem as dores pode ajudar bastante e aliviar. Deitadas, sentadas. Ajuda.

3º- Ibuprofeno: anti-inflamatórios ajudam imenso no combate às dores menstruais. Podem encontrar em farmácias, só mediante receita médica. Podem encontrar com um nome mais comercial ou pode ser genérico. Atenção: devem sempre verificar se são alérgicas a este componente. E não devem tomar mais do que o recomendado.

4º- Pílula: pode ser uma boa solução, não só para aliviar as dores, mas também para diminuir o fluxo menstrual. Pode não ser à primeira que fique resolvido, mas é uma questão de falar sempre com o médico e verificar o que é melhor.

5º- Evitar comer muitos doces ou salgados: não é que tenham um impacto significativo sobre as dores, mas podem dar a sensação de falta de energia e enfartamento.

6º- Consumir chás caseiros: preferencialmente chá de camomila, uma vez que é uma erva anti-inflamatória ou de cardo e bolbo. Ajuda aquecer o corpo e atenuar as dores.

7º- Massagens no abdómen inferior: massajar devagar o abdómen inferior com movimentos circulares ajuda os músculos a descontrair, aliviando assim as dores.

8º- Acupunctura: para quem não conseguir lidar com as dores, ou prefere um método mais alternativo, estudos demonstram que a acupunctura tem sido muito eficaz.

9º- Yoga: Existem posições no yoga que são especificas para aliviar as dores menstruais. E não é necessário ir a uma aula de yoga. Basta procurar no youtube (em inglês, para já) "yoga for cramps" e vão aparecer essas posições.

10º- Eliminar a cafeína: a cafeína é um vaso constritor, ou seja, aperta os vasos e aumenta a tensão. Exactamente o oposto do desejado. Portanto, é só deixar a cafeína por alguns dias.

Tuesday, November 19, 2013

Empoderamento no Feminino!

E se uma escola só de raparigas e católica resolvesse fazer um anúncio pouco convencional que dá poder às raparigas?
Seria motivo para espanto? Motivo para festejar e dar graças?
É motivo para tudo isso. A Mercy Academy fez isso mesmo. Criou um anúncio onde dá o poder às mulheres.

Ficam aqui os anúncios. E pena que em Portugal não se vejam coisas assim.







E o facto de irem buscar o imaginário Disney é de valor.

Monday, November 18, 2013

Música #13

Google Like a Boss!


Like a Boss indeed! Mais dicas em www.google.com/insidesearch/tipstricks

Sunday, November 17, 2013

400!

É o número de publicações neste blogue!
A funcionar desde 2007. Alguns anos mais parados que outros, mas em 2013 ponto de viragem e com muita mais actividade!
A todos os que seguem, aos que passam e comentam, aos que estão só de passagem, muito obrigada!

Saturday, November 16, 2013

Conversa #9

Ele: Vamos comer uma Francesinha?
Eu: Vamos.

No restaurante:

Eu: Queria uma Francesinha com ovo, mas sem queijo por favor.
Ele: Queria uma Francesinha, mas só o pão, o bife de vaca e o ovo.
Eu: Batatas fritas para acompanhar por favor.

Eu sou intolerante à lactose. Nada de queijo. Ele é judeu. Nada de porco....

Pessoas que me causam asco...

Margarida Rebelo Pinto.

Não gosto da escrita desta senhora. Sim, eu já li livros dela. Sim, estou a criticar aquilo que li.
A escrita dela é básica. Demasiados lugares-comuns, demasiado apelo à emoção fácil, à lágrima que cai...
Apelo às mulheres mal amadas, bem-amadas que acham que o príncipe encantado anda de cavalo branco, apelo às mulheres não estão realizadas nem a nível pessoal, nem a nível profissional, apelo às mulheres realizadas profissionalmente, mas cuja sua vida sentimental não está de modo algum resolvida, ou é de modo algum madura.
São romances de amores sofridos, de histórias impossíveis que fazem suspirar aqueles que não tem mais de um dedo de testa para ler outra coisa.
Romances de lágrima barata.
Não é estudar na Faculdade de Letras, não é ler 1500 livros que nos torna escritores. Vai além disso.
Eu estudei na Faculdade de Letras, eu li bem mais de 1500 livros, mas não sei escrever. Não tenho o dom da palavra escrita. Não o dom para escrever um livro de ficção. Sei melhor escrever críticas, opiniões...
Portanto, acho que a senhora como jornalista, partindo do principio que seria imparcial, faria um trabalho muito melhor...

Dito isto, o motivo pelo qual a senhora me causa asco, além dos livros claro.

As suas opiniões.
 Corria o ano de 2012 e eis que enquanto andava pelas redes sociais me chamam a atenção para um artigo de Margarida Rebelo Pinto. Não tenho por norma ler os artigos desta senhora. Lamento o preconceito, mas não leio. Até que uma amiga minha me disse, tens de ler. E li. E fiquei chocada. E apeteceu-me fazer não sei bem o que a esta senhora. Não é que ela resolveu descascar em cima das gordinhas?
Depois da revolta inicial e depois de ter lido o artigo todo pensei, só escreve isto quem tem algo muito pessoal contra as pessoas gordinhas, gordas ou com peso a mais. Vai-se a ver, se calhar a senhora até foi trocada por alguma gordinha no seu passado e os seus livros servem como forma de terapia.
E portanto deixo o artigo:

""Serve esta crónica para retratar e comentar um certo elemento que existe frequentemente em grupos masculinos e que responde pelo nome genérico de ‘Gordinha’

A Gordinha é aquela amigalhaça companheirona que desde o liceu cultivava o estilo maria-rapaz, era espertalhona e bem-disposta, cheia de energia e de ideias, sempre pronta para dizer asneiras e alinhar com a malta em programas. Ora acontece que a Gordinha é geralmente gorda e sem formas, tornando-se aos olhos masculinos pouco apetecível, a não ser em noites longas regadas a mais de sete vodkas, nas quais o desespero comanda o sistema hormonal, transformando qualquer bisonte numa mulher sexy, mesmo que seja uma peixeira com bigode do Mercado da Ribeira.

A Gordinha é porreira, é fixe, é divertida, quer sempre ir a todo o lado e está sempre bem-disposta, portanto a Gordinha torna-se uma espécie de mascote do grupo que todos protegem, porque, no fundo, todos têm um bocado de pena dela e alguns até uma grande dose de remorsos por já se terem metido com a mesma nas supracitadas funestas circunstâncias. E é assim que a Gordinha acaba por se tornar muito popular, até porque, como quase nunca consegue arranjar namorado, está sempre muito disponível para os mais variados programas, nem que seja ir comer um bife à Portugália e depois ao cinema.

À partida, não tenho nada contra as Gordinhas, mas irrita-me que gozem de um estatuto especial entre os homens. Às Gordinhas tudo é permitido: podem dizer palavrões, falar de sexo à mesa, apanhar grandes bebedeiras e consumir outras substâncias igualmente propícias a estados de euforia, podem inclusive fazer chichi de pernas abertas num beco do Bairro Alto porque como são ‘do grupo’ toda a gente acha muita graça e ninguém condena.

Agora vamos lá ver o que acontece se uma miúda gira faz alguma dessas coisas sem que surja logo um inquisidor de serviço a apontar o dedo para lhe chamar leviana, ordinária, desavergonhada e até mesmo porca. Uma miúda gira não tem direito a esse tipo de comportamentos porque não é one of the guys: é uma mulher e, consequentemente, deve comportar-se como tal. E o que mais me irrita é quando as Gordinhas apontam também elas o dedo às giras, quando estas se comportam de forma semelhante a elas.

Ser gira dá trabalho e requer alguma diplomacia. Que o digam as minhas amigas mais bonitas e boazonas que foram vendo a sua reputação ser sistematicamente denegrida por dois tipos de pessoas: os tipos que nunca as conseguiram levar para a cama e as gordas que teriam gostado de ter sido levadas para a cama por esses ou por outros. Uma mulher gira não pode falar alto nem dizer palavrões que lhe caem logo em cima. Já uma Gordinha pode dizer e fazer tudo o que lhe passar pela cabeça, porque conquistou um inexplicável estatuto de impunidade.

Porquê? Porque não é vista como uma mulher? Porque todos têm pena dela? E, já agora, porque é que quando uma mulher está/é gorda nunca ninguém lhe diz, mas quando está/é magra, ninguém se coíbe de comentar: «Estás tão magra!?»

Como dizia a Wallis Simpson: «Never too rich, never too slim». E quanto às Gordinhas, o melhor é arranjarem um namorado. Ou uma dieta. Ou as duas coisas." MRP"

Leiam e tirem as vossas conclusões.

E já neste ano, e a propósito das recentes manifestações, a dita senhora resolveu ir para um programa dizer o seguinte:  (a partir do minuto sete deste vídeo):




Esta foi a resposta de Bruno Nogueira:




E sobre isto, mais nada...

Friday, November 15, 2013

Música #12

Conversa #8

Ele: eu estive em São Paulo. Andei por zonas perigosas. No Complexo do Alemão.
Eu: Mas o complexo do Alemão não é no Rio de Janeiro?
Ele: Ah pois, troquei-me...

Thursday, November 14, 2013

O que a Dita Von Teese usa para fazer Pilates...


Pode não ser a roupa interior mais confortável de sempre, mas é maravilhosa!
Wishlist!

Menstruação #6

Mulheres de todo o mundo, de todas as raças são todos os dias bombardeadas com informações erradas sobre a menstruação. Algumas estão tão enraizadas que já se tornaram parte de uma cultura e tornaram-se castradores.
Hoje vou quebrar alguns desses mitos. Falem também dos que conhecem e que não foram aqui mencionados.

(a numeração é completamente aleatória)

1º- Não se deve lavar a cabeça durante a menstruação. MITO. Enquanto menstruadas, devemos fazer as tarefas normais e lavar a cabeça deve ser feito sem qualquer problema.

2º- Comer gelados e beber bebidas geladas faz mal. MITO. Pode fazer mal menstruada ou sem ser menstruada. Não há qualquer prova cientifica que faça mal. Comam gelados e bebem bebidas geladas como vos aprouver.

3º- Não se deve fazer exercício físico quando menstruada. MITO. Se são desportistas, se tem vontade de fazer exercício, nada impede. Existem vários produtos no mercado preparados para a prática de exercício físico enquanto menstruada.

4º- Não se pode fazer sexo quando se está menstruada. MITO. Se quiserem, se o vosso parceiro concordar, se não tiverem dores, complexos ou problemas em que as coisas fiquem um pouco sujas, então, não há qualquer contra-indicação médica.

5º- Não se devem fazer bolos. Os bolos ficam achatados. MITO. Sou a prova viva de que não ficam. Porque só sei cozinhar bolos e tenho tendência para os fazer quando estou menstruada.

6º- Menstruação clara é sinal de anemia. MITO. A tonalidade do sangue menstrual varia de mulher para mulher. A cor do sangue menstrual não indica anemia. Para isso basta fazer umas análises.

7º- Menstruação é a purificação do organismo. MITO. O endométrio vai-se preparando para uma gravidez. Caso o óvulo não seja fecundado, o endométrio, o óvulo e o sangue são expulsos para que seja possível haver uma gravidez. Não há nada de purificação neste processo. Nada é tóxico ou maligno.

8º- O sangue da menstruação é venenoso. MITO. É sangue tão normal como outro. É uma crença judaico-cristã.

9º- Água quente aumenta o fluxo menstrual. MITO. Pode ser um vasodilatador momentâneo e ajudar a combater dores menstruais, mas não é por essa razão que o fluxo vai começar a ser mais intenso.

10º - As relações sexuais podem desencadear a menstruação. MITO. Qualquer hemorragia durante o acto sexual deve ser verificada por um médico. Sim, pode ser que por um acaso comece a menstruar quando está a ter relações sexuais, mas não é consequência do acto.

Deixo-vos um video que encontrei de um programa da manhã "Querida Júlia" em que se fale dos mitos da menstruação.

E que mitos mais existem sobre menstruação?

Wednesday, November 13, 2013

Música #11

Tuesday, November 12, 2013

Conversar #7

Ele: Eu já vivi no Dubai, no Brasil...
Eu: A sério?
Ele: Sim e trabalho na empresa XPTO.
Eu: Ah!
Ele: E tu de que música gostas?
Eu: tenho um gosto ecléctico.
Ele: (confuso)
Eu: Gosto de várias coisas...
Ele: tais como?

E a partir daqui foi um monólogo e sempre que eu parava havia silêncio.

The Odds of Finding Life and Love

Monday, November 11, 2013

Not a fashion blog #3

Sombra: Essence Colour and shine n.3 Wear it!
Eyeliner: Essence Gel Eyeliner n.4 I Love NYC
Máscara: Kiko Make Up Milano Volumeyes Black
Batom: Kiko Make Up Milano Red n.84 Mate
Gloss: Catrice Cosmetics Colour Show n.60 Little Red Dress

Trans Iberic Love




Book.... Whishlist...

Sunday, November 10, 2013

Conversas #6

Ele: Fuma?
Eu: Não.
Ele: Ainda bem. Acho que as pessoas que fumam são burras. Ninguém inteligente depois de saber que faz mal ia colocar outro cigarro na boca.
Eu: ...

Clitical.com

O site Clitical.com diz que é um site que helps you hit the right spot!

Para isso o site tem várias subdivisões: masturbação feminina, histórias eróticas, criticas e informações sobre vários produtos, tutoriais sobre sexo, entrevistas, e muito mais.

Não sou grande apologista de sites que ensinem, como se fosse uma receita pré-definida, como dar prazer a um parceiro, mas tudo o que possa ajudar a melhorar a vida sexual de quem mais necessite, é bom.

Portanto, quer tenham problemas sexuais, quer queiram experimentar ou tenham simplesmente curiosidade em espreitar, podem visitar clitical.com.

Saturday, November 9, 2013

Música #10

Friday, November 8, 2013

Para quem está em Lisboa...

... tem de visitar a Casa das Máscaras.

Este espaço oferece Festas Privadas, Festas Temáticas, Soluções para Casais e uma Escola de Dança, além de Workshops.

E agora todas as quartas-feiras conta com Carmo Gê Pereira em Workshops, Tertúlias, Palestras e troca de Experiências e discussões.

O primeiro evento será já no dia 20 de Novembro e abordará o tema The Good Porn, onde serão abordados temas da pornografia, nomeadamente de Erika Lust.

Estes evento denominado Sex Positive pretende ser um espaço de aprendizagem e discussão, aberto a todos.

Para mais informações contactar Casa das Máscaras:
Email: info@casadasmascaras.pt
Telefone: 21 712 06 00



Thursday, November 7, 2013

Not a fashion blog #2

Nails.
Verniz Andreia n.69
Verniz Kiko Sugar Mat n.632

100 Anos de Albert Camus

Se fosse vivo, Albert Camus teria 100 anos. A sua vida terminou aos 47 anos num acidente de carro.
Deixo-vos aqui um pouco dele e da sua obra.


Parabéns Rua Sésamo!

Este post devia ter sido feito ontem, mas....

Fica hoje!

A Rua Sésamo estreou em Portugal há 24 anos! Em 1989. E quem não se lembra?

Alexandra Lencastre como Guiomar, Fernanda Montemor como Avó Chica e Vitor Norte como André, estas as personagens humanas, que se juntavam também aos bonecos que andavam pela Rua.

Lembro-me de adorar esta série. Lembro-me do Conde de Kontar, uma das minhas personagens favoritas, lembro-me do Becas e do Egas e do Monstro das Bolachas e tantas outras.

Depois de a série ter terminado, ainda tive os livros. E sim, os desenhos nos livros eram iguais aos actores que desempenhavam.

Saudades da Rua Sésamo e desse tempo, onde as séries animadas eram educativas. Onde se aprendia algo e não se via só tiros e mortos e as crianças gostavam de algo como a Casa dos Segredos.

Deixo aqui para matarmos saudades alguns vídeos.


Intolerância à Lactose

Iogurtes, queijo, leite... Sempre foram parte da minha alimentação... Até à bem pouco tempo. Alguns anos atrás, já me sentia desconfortável com o leite. Bebia leite, comia os seus derivados e sentia-me desconfortável.

Até que optei por deixar o leite convencional e passar para o leite 0% Lactose da Mimosa e desde esse dia nunca mais tive sensações de mal estar associadas ao consumo de leite.

Dos produtos que estão no mercado, neste momento os que mais consumo, são os produtos da Mimosa 0% Lactose.

No entanto, no mercado já existem várias marcas com produtos sem lactose.

Procurem.

Wednesday, November 6, 2013

Happy Hour Porto

Num artigo da Visão online, vinha informação das Happy Hour em diferentes locais da cidade do Porto.

Aqui ficam os locais e as informações sobre as Happy Hour que vinha no artigo:


VIP LOUNGE 
Na compra de uma bebida (gin ou vodka tónico, cuba libre, cerveja ou copo de vinho branco/tinto da casa) oferecem outra de igual valor, acompanhada por amêndoa torrada ou canapés quentes. 
Porto Palácio Hotel, Avenida da Boavista, 1269
T. 226 086 600
18h-20h



CLÉRIGOS 
Seleção de duas tapas mais um copo de vinho Kopke por €3,50. Na brasserie, há a opção de uma limonada ou fino, acompanhada por trilogia de bruschettas, também por €3,50. 
Passeio dos Clérigos, R. das Carmelitas, 152
T. 22 340 0770
17h-20h



CAFEÍNA WINE & TAPAS Um copo de vinho e uma tapa, sempre diferente, por €5. 
R. do Padrão, 100
T. 22 618 0602
18h-20h



BAR TOLO Copos de sangria (€2), de vinho (€1,50) e finos (€1) a preços simpáticos, acompanhados por algo para trincar, como minipanados no pão (€3). 
R. Senhora da Luz, 185
17h-19h30


EMPADAS & CO. Uma empada média e um copo de vinho ficam por €3,80. 
R. das Oliveiras, 104
T. 22 955 9204
18h-20h


INTERCONTINENTAL No terraço do hotel, quem consumir uma bebida recebe a oferta de outra de igual valor. 
Pç. da Liberdade, 25
T. 22 003 5600
15h-19h30



MERCADO BOM SUCESSO Os produtos do mercado gourmet e do mercado de frescos vendem-se a preços mais baixos, de segunda a quinta-feira, entre as 18 e as 19 horas. Mas quase todas as bancas, de segunda a sexta-feira, fazem descontos entre as 18 e as 20 horas. 
Pç. Bom Sucesso
T. 22 605 66 10

PETER CAFÉ SPORT Às terças-feiras, a qualquer hora, na compra de um gin, a bebida mítica do Peters, oferta de outro. 
Cais da Ribeira, 24-25
T. 22 202 5191


PORTO BEER Na compra de uma bebida (copo de cerveja, vinho ou sangria), oferecem outra de igual valor. 
Av. da Boavista, 1245
T. 22 608 6793
Seg-Sex 18h-20h



RADIO 
No jardim do bar, são servidas bebidas a preços simpáticos: €1 por fino, €3 por gin bombay e €1,50 por copo de vinho. 
Pç. Filipa de Lencastre, 178
18h-20h30


RUA 
Uma bebida dá direito a uma minitapa. 
Travessa de Cedofeita, 24
T. 22 201 0879
17h-20h


SANDEIRA 
Qualquer bebida a €4 e buffet grátis, servido ao balcão, com massas frias, saladas, bola de carne e afins. 
R. dos Caldeireiros, 85
T. 91 601 8770
Primeira e última quinta feira do mês, 18h30-21h


TABERNA DO LARGO A hora feliz, nesta casa bem portuguesa, dá direito a um petisco servido com fino (€1), copo de vinho (€1,50), espumante (€2), porto tónico ou moscatel (€3). 
Lg. S. Domingos, 69
T. 22 208 2154
Ter-Sex 17h-19h


Podem ler também aqui.

Tuesday, November 5, 2013

Miss Piggy and Kermitt, the Frog Exposed

Monday, November 4, 2013

Música #9

Sunday, November 3, 2013

Praxe. Sim ou não?

Agora que a histeria acalmou que já se fizeram latadas, serenatas e tudo o mais, deixo aqui a minha opinião.
Não sou contra a praxe. Fui praxada e praxei. Entrei no primeiro dia com a ideia que se algo fosse contra o que eu acreditava, me prejudicasse de alguma forma ou pusesse em causa os meu valores não o faria.
Nunca tal aconteceu. Praxei, fui praxada, fiz amizades na praxe, fora dela.
E fui bem mais humilhada em aulas com professores que tem um lugar de respeito, do que em praxe.
Mas cada um tem a sua opinião e cada um tem as suas experiências. Fica aqui um artigo do P3 que ilustra aquilo que vai de encontro ao que penso.

Praxe: e dizer não?

Good sex!

Saturday, November 2, 2013

Reign


Friday, November 1, 2013

Para as vítimas de violência sexual....

Existe um projecto nos Estados Unidos que se chama "Project Unbreakable", que ajuda vítimas de abusos sexuais (físicos, verbais...), de todos os sexos e géneros, a fechar essa porta que se abriu aquando do abuso.
O projecto consiste numa citação escrita num papel branco e entre-aspas. Esta citação é algo dito pelo abusador durante o acto.
É um projecto norte-americano, mas penso que pode ser também uma boa ideia para quem foi abusado em Portugal ou pelo mundo.
Se sabem falar inglês, mandem em inglês, digam quem era essa pessoa, sem referir nomes claro, a situação em que se encontravam, e a idade que tinham. Podem mostrar a cara ou ser simplesmente anónimo. Se não sabem muito de inglês mandem na língua que conhecem. Mas mandem. Ajuda. O projecto tem visibilidade e pessoas que podem identificar-se com a vossa situação. Deixo-vos os links onde podem encontrar informação sobre o projecto e o projecto em si.

No Facebook podem encontrar nesta página: https://www.facebook.com/projectunbreakable

No seu Sitehttp://project-unbreakable.org/

No Tumblrhttp://projectunbreakable.tumblr.com/

Podem ler notícias sobre este projecto aqui ou aqui.

Se quiserem partilhar a vossa história em promenor podem fazê-lo em Survivor Storieshttp://survivorstories.tumblr.com/