Sunday, August 19, 2007

Será que o Príncipe Encantado existe?

A pergunta que quase todas as mulheres gostariam de ver respondida.
Não, não estou falar aquele que vive com a Branca de Neve, e tenta ignorar que a sua amada vivia com sete anões, que a encontraram inconsciente e a única coisa que fizeram, foi ficar a olhar para ela, enquanto ela dormia. Esta é a versão das Disney, mas todos sabemos o que os anões realmente fizeram.
Não, não é esse príncipe! Também não é aquele que vem montado num cavalo branco com os seus cabelos bem cuidados, com a sua roupa extremamente cara, voz suave… Esse, ou é homossexual ou está confuso…
Aliás, não sei bem qual será a definição de príncipe encantado. Ou melhor, toda a minha vida me disseram que o príncipe encantado era aquele homem que faz tudo o que queremos: dá-nos amor e carinho; está sempre disposto a fazer o que queremos mesmo que ele não queira; não questiona as nossas escolhas por mais absurdas que sejam; atende o telefone todas as trinta vezes que lhe ligamos para lhe dizer que o amámos; vê aquele filme lamechas só porque tem o actor que adorámos; em suma, é o homem que aceita tudo sem dizer um “ai” sequer.
Muito bem, onde é que ele está? Qual é a sua morada? O número de telemóvel? O contacto do MSN? Se alguém tiver esta informação, por favor, para bem do público em geral dê-nos estas informações! Sim, porque a maioria das mulheres passa metade da sua vida, ou mais, a beijar sapos na esperança de que um dia, um deles se torne um belo príncipe! Yeah, right!!! Mais depressa as galinhas têm dentes.
E se deixássemos de procurar o príncipe encantado? Ok, as revistas do coração, os autores de romances da treta, onde tudo começa mal e acaba num beijo longo e apaixonado, não teriam forma de se sustentar.
Mas o que aconteceria? Seríamos mais felizes? Iríamos procurar outra fantasia qualquer para substituir esta obsessão?
E se deixássemos de o procurar e víssemos o príncipe encantado naquele que está ao nosso lado? Aquele que está lá para nós quando precisamos, mas que nos puxa as orelhas quando ultrapassamos os limites; aquele que com um simples gesto consegue afastar de nós todo o medo e insegurança, mas que por vezes nos faz sentir inseguras; aquele que nos dá um ramo de flores, mas que deixa a toalha molhada, espalhada pela casa e deixa o tampo da sanita para cima…
Chego à conclusão que o príncipe encantado não é aquele que diz que sim a tudo, mas aquele que nós amámos pelas qualidades e defeitos que fazem dele um ser único. Esse é o verdadeiro “príncipe encantado”.
Para aquelas e aqueles que ainda acreditam que o príncipe encantado é aquele que vos beija para que o feitiço da bruxa malvada acabe, uma pergunta: acham mesmo que o Príncipe e a Branca de Neve foram felizes para sempre, vivendo ele atormentado pelas imagens explícitas, que passeavam na sua mente, sobre o que fariam os anões em baixo da saia da sua amada?

8 comentários:

André said...

O príncipe encantado existe... ele é moreno, tem familia no brasil,alguns chamam-no brasileiro, outros bolado..o problema é k existem demasiadas mulheres para apenas um príncipe..
E nem penses em dizer k ele é cm o pai natal k consegue entregar as prenditas a tds em uma noite.. pois o príncipe é humano..

Só me resta desejar boa sorte nessa busca infindavel por um príncipe!

blonde said...

meu caro príncipe negro, eu não ando atrás do príncipe encantado! eu sei que ele não existe.

Spa said...

Não existe. Para ti: clubesss.blogspot.com

Os homens só nos lixam a cabeça, tanto que parecemos parvas a determinado ponto da nossa vida. Choramos, rimos, dizemos asneiras e vestimos roupa que jamais vestiríamos.

Eu n sei o q faziam debaixo da saia da gaja, mas ela tb n era boa peça não. LOL *

Dahnak said...

Gosta-se de alguém pelo que ele tem de bom... Amar é não saber viver sem os seus defeitos .

Sara Pereira said...

Principe ou não, no amor há sempre uma busca, uma fantasia pelo ideal. E esse ideal vai-se mudando com o passar do tempo. O segredo é saber amar. Como é que isso se faz? Não sei...

Tulha said...

mto bom lucy =D

gostei do ponto d vista*

nao podias tar mais certa=|

Isa Silva said...

Nem mais! Excelente texto! =D
O principe encantado existir, existe...mas, se formos a ver, traz mais "desencantos" do que propriamente encantos.
=D

Anonymous said...

Eu encontrei o meu principe encantado. O homem que faz tudo por mim, e que me trata como uma princesa. Por mais incrivel que pareça nunca tivemos uma discussao. Apresenta-me á sua familia e aos seus amigos como se eu fosse a pessoa mais importante do Mundo. O principe encantado existe. Aparece quando menos esperamos.